Arquiteturas religiosas contemporânias

A construções de edifícios religiosos sempre foi uma pratica complexa, onde precisa conseguir separa o humano e liberar a fronteira entre o copo, mente e espirito. A presença do sagrado é crucial nesses projetos, e é por isso que todo edifício religioso possui características semelhantes como: grandiosidade, materialidade monolítica, elementos naturais e uma planta que serve para ligar o humano com o sagrado. A arquitetura religiosa contemporânea encontrou uma maneira de se adaptar à evolução da arquitetura. Diferentemente dos períodos gótico e barroco, a arquitetura contemporânea não possui uma identidade dominante, mas é uma combinação de pós-modernismo, minimalismo, futurismo, modernismo. Os arquitetos conseguiram descobrir uma maneira de transformar esses lugares dedicados à religião em estruturas de espiritualidade, contemplação e manifestação.

Separamos alguns projetos que provam que os arquitetos estão rompendo esses limites programáticos da arquitetura.

Capela Bosjes – Witzenberg, África do Sul.

Capela em Valleaceron – Cdad. Real, Espanha.

Capela Pôr-do-sol – Guerrero, Mexico.

Capela Espiral – Hiroshima, Japão.

Igreja de San Josemaría Escrivá – Ciudad de México, Mexico.

Igreja Paroquial – Madrid, Spain.

Capela da Reconciliação – Berlim, Alemanha.

Leave a comment